A meditação era uma prática restrita a países orientais, até que foi popularizada no século 20.

Em 1967, um professor de Harvard, descobriu que pessoas em estado meditativo usavam cerca de 17% menos oxigênio, apresentavam menor pressão sanguínea e aumento na produção de ondas cerebrais – essenciais para melhorar a qualidade do sono.

Desde então, os benefícios da meditação foram validados pela ciência através de inúmeros estudos, e a meditação passou a ser utilizada como ferramenta para promover o relaxamento do corpo, obter mais saúde e equilibrar o emocional de quem a pratica.

Se você seguir uma prática correta (focando em prestar atenção à sua respiração, por exemplo), a tendência é que consiga se manter longe do estresse e da ansiedade, dois fatores responsáveis pelo aparecimento de diversas doenças.

Como meditar?

Existem diferentes formas de meditar e cada pessoa pode se adaptar melhor a um determinado tipo e variar conforme sentir necessário.

Alguns tipos que gosto e pratico:

  • Meditação com foco na respiração: Voltar a atenção para a respiração ajuda a manter o foco no momento presente.
  • Meditação com mantra ou música: entoar  mantras (frases repetidas várias vezes), ouvir ou cantar músicas traz nossa atenção para o que está sendo falado e ouvido, acalmando nossa mente.
  • Meditação com vela ou imagem: é possível aumentar concentração observando a chama de uma vela ou uma imagem, por exemplo. O que traz o foco para o objeto e para o presente, facilitando a meditação.
  • Meditação guiada – para quem nunca meditou, esse pode ser um bom início. Existem diversos tipos de meditação guiada, muitas com uma intenção específica como relaxamento, limpeza, aumento de autoconfiança, etc.

Pode-se iniciar com um período de poucos minutos ao dia e, conforme a prática, ir aumentando o tempo. O importante é começar para sentir os benefícios.

Deixe uma resposta

Dra. Ananda Soares

Dra. Ananda Soares é especialista em otorrinolaringologia pela Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial. Também é especializada em Rinologia, Cirurgia Vídeoendoscópica dos Seios da Face e Otorrinopediatria.